Quimilokos de Plantão!

Google+ Followers

Buscador QUIMILOKO! [pesquise no próprio Blog e na WEB]

Pesquisa personalizada

Dúvidas?! Entre em nosso Bate Papo Quimiloko!

"Procuro Professores/Educadores"

Bom dia, pessoas!
Hoje fui acordada com uma mensagem da minha amiga [e chefe!hehehe!Lá do CPMG.PMVR] Onofra, que não poderia ser mais sábia!
E, é claro, vou compartilhá-la aqui com vocês!
Neste momento, peço licença aos meus[as] alunos[as], mas as palavras de hoje são destinadas muito mais aos meus leitores que são professores, e aos estudantes das diversas Licenciaturas, e que também freqüentam este meu blog!
O texto é de Alexa Guerra extraído de seu livro "Infância, o Melhor Tempo para Semear." Editora Betânia.
.
"Procuro os professores que não gostam de ensinar e que não vivem o que pregam.
Não é para dar aulas na escola, nos seminários ou na igreja que os procuro, mas infelizmente eles se escondem lá. Não os procuro para formar esta geração de crianças ou influenciar os jovens e adultos, mas é isto que eles estão fazendo. Por que então os procuro? Por que se eles estão ensinando e não amam o que fazem e não vivem o que pregam eles são perigosos. E gente perigosa tem que ser capturada! Como os maus médicos esses professores estão pondo em risco a vida das pessoas, pois matam a fé, a vontade de aprender e a ânsia pelo saber. Você voltaria a tomar um medicamento que lhe fez mais mal do que bem? Que lhe causou reações alérgicas e efeitos colaterais horríveis? Claro que não, você iria procurar por outro medicamento. Ou será que você voltaria a comer uma comida que não gostou? Raramente! Outro dia eu estava almoçando com minha amiga June e ela queria comida chinesa. Fiz cara feia, pois minha primeira experiência com este tipo de comida não foi boa. Mas topei experimentar de novo e valeu a pena! Estava muito boa! No entanto, só fiz isso por influencia dela, pois sozinha eu não voltaria a comer comida chinesa. Muitas pessoas não querem mais ir às escolas ou igrejas, ou vão com o coração fechado, pois a primeira experiência foi desagradável. Mataram-lhe o desejo por este tipo de saber... Que é um saber cheio de sabor: “Como são doces para o meu paladar as suas palavras! Mais que o mel para minha boca!” Sl 119.103. As Palavras do Senhor Deus são tão gostosas que já viraram musica: “São mais desejáveis do que ouro depurado, são mais doces do que o mel, e o destilar dos favos...” (Sl 19.10).
Procuro professores que não gostam de ensinar e que não vivem o que pregam, pois eles matam seus alunos com suas aulas chatas, inúteis, sem significado para a vida. Eles criam nos ouvintes aversão ao conhecimento e à vida com Deus. Quem vai querer ser chato e rancoroso como aquele professor? Se for só isto que Deus tem para oferecer é melhor ir passear, nem que for na própria aula, pois “o meu pensamento é livre na sombra da noite.”
A educação cristã precisa de pessoas radicais que buscam viver o que pregam, pois a assinatura que o educador deixa fica no espírito dos outros. Quem não ama a Palavra de Deus a ponto de abrir mão de seus valores e atitudes por Ela, não serve para ensiná-la.

Quem não ama o que faz se torna perigoso.

Será que procuro por você? Que pergunta atrevida! Não brigue comigo, imagina se você é um destes tipos... Bem, se você quiser saber mesmo se você é um professor perigoso, se tiver mesmo coragem, pergunte a seus alunos, só eles podem lhe dizer como são suas aulas. Observe se eles estão aprendendo e dando frutos. Se eles querem vir à classe ou se fogem de você. Caso você seja este professor perigoso se entregue! Não a mim, mas ao Mestre Jesus, e busque: conhecimento, didática, crescimento pessoal, relacionamento com Deus, e amor - muito amor e se tornará um professor muito melhor. Caso contrário, saia fora antes que seja tarde demais. A vida é curta e bela. Não perca tempo e nem beleza. Só há duas saídas: aprenda a amar o que você faz ou procure sua turma e nos deixe ensinar e transformar vidas.
Na verdade, acredito que você não seja este tipo perigoso, pois eles não costumam ler artigos sobre educação.
Sabe de uma coisa, mudei de idéia: não vou mais procurar por estes perigosos, vou sim procurar professores que vivem o que pregam e amam o ensino, para juntos nos tornarmos professores cada vez melhores, para com nossa maneira de viver denunciar aqueles que estão matando vidas e salvar quantas pudermos. Já que eu mudei de idéia, quando você terminar de ler este texto, faça-me um favor: risque do título os dois “não”, para que ele fique assim - Garanta uma boa colheita, procurando os professores que gostam de ensinar e que vivem o que pregam.
Procuro agora por educadores apegados a raça humana, que gostem de conviver com gente e de olhar em seus olhos. Busco pelos que tem fome de saber, desejo de conhecer as Escrituras e seu Autor. Quero encontrar os radicais que praticam o que ensinam em seu dia a dia. Que amam o ensino, e têm vontade de ensinar com excelência. Acho até que é por isto que a Bíblia diz: “Aquele que ensina esmere-se no fazê-lo.” Rm 12.7. "
.
Esse texto me fez lembrar de uma citação que sempre faço:
"Existem os que SÃO professores e os que ESTÃO professores!"
E, infelizmente, aqueles que apenas usam de nossa profissão como um trampolim para encontrar outra coisa a fazer, vêm denegrindo a imagem daqueles que SÃO professores por natureza, por instinto, por paixão!
Não nos deixemos cair na 'mesmice didática', não nos deixemos passar dos que SÃO para os que ESTÃO!
A busca pelo aperfeiçoamento, pela reciclagem, pela continuidade de nossa formação enquanto profissionais, não depende da Instituição onde trabalhamos, nem do governo, depende única e exclusivamente de nós mesmos, de nossa força de vontade!
Desejo um ótimo final de semana a todos!
Um mol de beijos!!
^^!

0 comentários:

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.