Quimilokos de Plantão!

Google+ Followers

Buscador QUIMILOKO! [pesquise no próprio Blog e na WEB]


Dúvidas?! Entre em nosso Bate Papo Quimiloko!

Considerações sobre a Talidomida

Uma ótima tarde a todos!!
Ontem pela manhã estive no CPMG Polivalente Vasco dos Reis organizando umas aulas de substituição no período matutino, e já hoje comecei minhas atividades por lá.
Galerinha animada!!Afff!
=D
Apesar do cansaço em que me encontro atualmente e da voz desaparecendo aos poucos, acredito que os dias que passaremos juntos serão de grande valia!
Sejam Bem-Vindos ao Mundo Quimilokos!!
^^!
Bom, além de estar por aqui hoje dando as "boas vindas" ao pessoal do CPMG Polivalente Vasco dos Reis, também quero fazer um convite aos meus[as] alunos[as] dos 2ºs anos noturno do CPMG Ayrton Senna, para que fiquem atentos que, à partir de amanhã, 24/09/2008 estarão acontecendo Juris Simulados, realizados pela galerinha dos 3ºs anos noturno, do próprio CPMG Ayrton Senna, e os mesmos estarão sendo divulgados por "Equipes de Jornalismo" dentro da Escola.
De que se trata o Juri??
Trata-se do julgamento [que ficou a critério de cada 3º ano quem seria o réu, se o criador do medicamento, se a Empressa que o distribuiu, se um farmacêutico que o vendeu(na década de 50 - 60), se um médico(nos dias atuais) que o indicou e não orientou a pessoa de seus efeitos colaterais...enfim, cada turma iria escolher o réu de acordo com a história que fossem montando]
Bom, primeiramente acredito ser mais fácil explicar um pouco a respeito da situação e do medicamento em si.
Estamos falando a respeito da conhecida (ou não!) TALIDOMIDA.
A talidomida é uma medicação que foi sintetizada pela primeira vez na antiga Alemanha Oriental na década de 1950. Logo se descobriu que ela tinha efeito calmante (tranqüilizante) e diminuía náuseas e vômitos. Além disto, ela não provocava nenhum problema em filhotes de ratas grávidas em testes de laboratório. Assim, ela foi vendida livremente em diversos países do mundo, sem necessidade de receita médica, e foi muito utilizada por mulheres grávidas, já que diminuía os enjôos característicos do início da gravidez.
Logo no final dos anos 1950 e início dos anos 1960, nasceram milhares de crianças com defeitos de nascença: sem parte dos braços, sem pernas, com problemas em órgãos internos como o coração, rins e intestinos, com problemas de visão e audição, afora aqueles bebês que não sobreviveram. A causa logo ficou clara: era o uso da talidomida que causava todos estes problemas que receberam o nome de Síndrome da Talidomida Fetal. Mesmo algumas mulheres que tinham usado apenas um ou dois comprimidos no início da gravidez tiveram filho afetado. Por causa deste terrível efeito, a medicação foi retirada do mercado e os afetados têm direito a uma indenização até os dias de hoje.
Ainda na década de 1960, um médico israelense, tentando desesperadamente aliviar a dor de alguns pacientes seus que sofriam de seqüelas de hanseníase, resolve usar como ultimo recurso, a talidomida. Para sua surpresa, em poucos dias não só a dor destes pacientes diminuiu, mas também algumas lesões que chamamos de eritema nodoso da hanseníase. Estas lesões são causadas por uma resposta alterada do sistema imune do paciente ao bacilo da hanseníase, e que pode ocorrer mesmo depois que o paciente já está curado. Desta forma, a talidomida ainda é utilizada mesmo nos dias de hoje por alguns pacientes que tem este tipo de complicação da hanseníase. Mas ela não é mais vendida em farmácias e é usada apenas em programas do governo.
Acontece que, anos depois, ou seja, nos dias atuais, ela retornou ao mercado, porém com outras aplicações, como no tratamento da Hanseníase já citado acima, também para o tratamento do Sarcoma de Kaposi, nos portadores do vírus HIV, e outras aplicações, bem como sua reintrodução gradativa no tratamento de doenças auto-imunes e inflamatórias.
Bom, acredito que deu pra se ter uma noção da importância dos "julgamentos" que irão acontecer na Escola não é mesmo?!
Portanto, fiquem atentos!!!!
A talidomida tem mais de quarenta anos de existência, e cada vez mais são conhecidas suas prapriedades benéficas em varias patologias. O número de indicações para seu uso eleva-se gradualmente. Sabe-se que a talidomida é dotada de importante potencial imunomodulador, e, à medida que mais conhecimento for adquirido quanto a seu mecanismo do ação, farmacocinética, teratogenicidade e neurotoxicidade, mais freqüente e adequadamente será aplicada. É substância de muita utilidade em doenças refratárias a diversas terapêuticas, porém deve ser manuseada com responsabilidade.
Destaca-se o fato de que, no Brasil, a talidomida tem evitado que milhares de pessoas fiquem deformadas, quando devidamente utilizada na reação tipo II em pacientes com hanseníase.



Caso queiram saber um pouco mais a respeito do assunto, acessem:

Para obter maiores informações:
# O Telehansen está disponível para esclarecer suas dúvidas sobre a talidomida, seus usos e seus riscos. Se você conhece algum caso de Síndrome de Talidomida Fetal relate ao Telehansen. (0800 26 2001)
# Você pode contactar também o SIAT (Sistema Nacional de Informação sobre Teratógenos): O SIAT é um serviço gratuito que fornece informações sobre os riscos na gravidez pelo uso de medicamentos ou outras substâncias pela mulher grávida. (51 2101-8008).

Tenham todos um bom fim de tarde!!!
[]'s

0 comentários:

Loading...