Quimilokos de Plantão!

Google+ Followers

Buscador QUIMILOKO! [pesquise no próprio Blog e na WEB]

Pesquisa personalizada

Dúvidas?! Entre em nosso Bate Papo Quimiloko!

Experiência Química para o Natal! OH!OH!OH!

Olá pessoas queridas!!
Como hoje é a véspera da véspera de Natal, e estou aqui no CRECIEM, trabalhando, resolvi colocar uma Experiência de Natal [e de Química, é claro!!] aqui no QUIMILOKOS para vocês!
=]
Você conhece neve?! Mora onde tem?! Já visitou um lugar onde neva?!
Bom, eu não! Moro bem no centro do Brasil, onde parece mais um forno! Rsssss!! Neve aqui nem pensar!
Então, que tal fabricarmos nossa própria neve?!
=D
Veja o vídeo do "Manual do Mundo", sobre Neve Artificial, e corra! Ainda dá tempo de fazer a sua para este Natal!


Um mol de abraços a tooooodos!
E um Natal verdadeiramente abençoado a cada um[a] de vocês!!




Quem é vivo aparece!

Olá pessoas!
Quanta saudade de postar por aqui...
Mas, minha vida andou dando uma reviravolta ultimamente...problemas de saúde na família...andei afastada de sala de aula por alguns dias...comecei a trabalhar em dois novos lugares [CRECIEM - Centro de Referência para o Ensino de Ciências e Matemática (do Estado de Goiás) e Educandário Sol Nascente]...bom...a correria está uma loucura!!
Maaaaaaas, não posso [e nem vou! E  muito menos tenho a intenção!!] abandonar este meu espaço aqui!
E, para retornar, quero colocar algo com chave de ouro!
huahuahuahuahua!
Estou aqui no CRECIEM neste momento e, procurando experimentos para aperfeiçoar as atividades que desenvolveremos no próximo dia 1º de dezembro no Colégio Claretiano Coração de Maria, um dos colegas aqui da Biologia me presenteou com um vídeo da Discovery, fenomenal!!
Todo mundo conhece a experiência entre coca cola e menthos, não é?!
Mas acho que vocês ainda não viram um foguete de coca e menthos!
hehehehehe!
Então lá vai:



Espero que tenham gostado, pois eu adorei!!!!
Uma ótima tarde a todos!
Um mol de abraços!!!

Semana de Ciência e Tecnologia 2011 na PUC-GO

Bom dia pessoas queridas!
Iniciamos no último dia 17 a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia deste ano de 2011.
Tive o prazer de poder estar participando neste ano, juntamente com o pessoal do CRECIEM [Centro de Referência para o Ensino de Ciências e Matemática], equipe a qual comecei a fazer parte neste 2ºSemestre de 2011, das apresentações na PUC-Go, ontem à noite, e em uma situação inusitada: a unificação entre os Colégios Militares Ayrton Senna e Polivalente Modelo Vasco dos Reis, para apresentação de dois Projetos que trabalhamos juntos:
1º - O uso do Blog no Ensino de Química e Ciências - apresentado pelos[as] alunos[as] do 2ºH noturno do CPMG-AS
2º - Química e Sociedade - Termoquímica e Cinética Química na cozinha - apresentado pelos[as] alunos[as] dos 2ºs anos F e G matutino do CPMG-PMVR

Foi um sucesso e uma maravilha poder trabalhar com toda essa galerinha junta!

Logo depois, foi a vez de reunir os 3ºs anos do CPMG-AS no IF -GO, para falarmos sobre: "A ciência contida em filmes não científicos".
Eita povo "porreta de bão"!!

Aos trancos e barrancos, mesmo o evento tendo sido cancelado [e nós não avisados a tempo!], estiveram todos lá! Por isso vale a pena estar anexando aqui também!!
=]
 Foi ótimo também poder ver as barreiras [e 'panelinhas'!] sendo rompidas, e os 3ºs E, F e G unidos nesta atividade!
Aproveito para agradecer a cada um[a] de meus[as] alunos[as], sejam os do Senna, sejam os do Vasco, por sua disponibilidade, e por confiarem em mim!
Muito obrigada queridos[as]!
Vocês sabem que eu os amo!!!!
^^!
Bom, por hora é só!
Um mol de abraços a todos!!!

Enfim lá!

Bom dia pessoas queridas!
Hoje inicia-se a 17ª Feira Estadual de Ciências, aqui do estado de Goiás, e SIIIIIIM[!!], fomos selecionados!
=]
No decorrer do Evento estarei sempre atualizando aqui, o QUIMILOKOS e, também, meus[as] alunos[as] do Projeto, atualizando a página deles: http://nateiadoconhecimento.blogspot.com, a qual os convido para estarem dando uma olhadinha depois.
Um mol de abraços a todos!
^^!

Cebola como termômetro de poluição

A cebola não serve só para temperar e provocar lágrimas em quem as
descasca. Ela também pode medir a poluição.
Pelo menos esta foi a conclusão de uma pesquisa feita pela
Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, que utilizou os bulbos de
cebolas para medir a qualidade das águas do rio Paraíba do Sul. O
teste da cebola mostrou resultados ainda mais completos que os
apresentados pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, a
Cetesb.

A tecnologia é simples. Os testes consistem em mergulhar os bulbos –
de onde crescem as raízes - nas amostras de água coletadas do rio
entre 2005 e 2007. Depois de alguns dias, quando as raízes tiverem
crescido, é preciso cortá-las para analisar suas células, cuja
capacidade de divisão é contínua.

Nessa análise, é possível descobrir alterações que comprometam o
funcionamento das células, como anomalias cromossômicas causadas pela
poluição da água.

Enquanto os testes da Cetesb com bactérias e microcrustáceos deram
negativo para altos índices de material tóxico e presença de compostos
que poderiam causar mutação celular, os testes feitos pela Unicamp
apresentaram resultado positivo para outras amostras de água colhidas
na mesma época.

Fonte: Info Online

Núcleos dos átomos podem não ser redondos


Modelo do núcleo atômico
O modelo mais difundido do átomo parece-se com um Sistema Solar em miniatura, com um núcleo esférico no papel de Sol e elétrons girando ao seu redor como planetas.
É claro que isto é uma representação.
O caso mais claro é o núcleo atômico, um aglomerado de prótons de nêutrons: em nosso modelo, ele é representando como um globo.
Os cientistas já sabiam, contudo, que o núcleo dos átomos pode ser oval, e não exatamente esférico.
Agora as coisas se complicaram um pouco mais para o nosso modelo.

Núcleo linear em cadeia
Takatoshi Ichikawa e seus colegas da Universidade de Quioto, no Japão, demonstraram que o núcleo atômico pode assumir o formato de uma cadeia linear, com pequenos aglomerados de prótons e nêutrons uns atrás dos outros.
Mais do que mera curiosidade, os cientistas demonstraram que esses estados nucleares exóticos podem desempenhar um papel intermediário fundamental na formação do carbono 12 e do oxigênio 16 - elementos essenciais para a vida.
E as novidades provavelmente não pararão por aqui: a nova técnica desenvolvida pelos pesquisadores para calcular essas estruturas poderá servir para o estudo de arranjos nucleares ainda mais exóticos.

Reações nas estrelas
O formato de um núcleo tem efeitos importantes sobre as reações nucleares, como ocorre nas estrelas, onde quase todos os elementos naturais são gerados.
Se um núcleo está girando rápido o suficiente - geralmente como resultado de uma colisão e fusão de dois núcleos menores - a sua forma pode tornar-se deformada em relação à esfera ou elipsoide usual.
Esses formatos derivam da interação entre a força de atração forte, que mantém os prótons e os nêutrons unidos, e a força centrífuga, que tende a separá-los.
A estrutura linear, ou "em cadeia", de um átomo, nunca havia sido demonstrada como sendo estável, embora os teóricos já houvessem sugerido que ela poderia existir.

Bibliografia:

Linear Chain Structure of Four-α Clusters in 16O
T. Ichikawa, J. A. Maruhn, N. Itagaki, and S. Ohkubo
Physical Review Letters
9 September 2011
Vol.: 107, 112501
DOI: 10.1103/PhysRevLett.107.112501
http://arxiv.org/abs/1106.3443

Festival Gastronômico Edição 2011

Olá olá olá!
Um bom dia a todos!
Hoje venho postar a vocês as fotos dos Festivais de Gastronomia que aconteceram ontem: a 2ª Edição no CPMG Polivalente Modelo Vasco dos Reis pela manhã, e a 4ª Edição no CPMG Ayrton Senna à noite.
Só tenho a agradecer a cada um[a] que contribuiu para que tudo acontecesse!
Às minhas coordenadoras do CPMG-PMVR: Simone e Kaline, e às minhas coordenadoras do CPMG-AS: Nívea e Cleide, muuuuuuuuuitíssimo obrigada pela força e por todo o apoio meninas! O que seria de mim sem vocês?!
^^!
Meu agradecimento também e sempre aos meus[as] alunos[as] que foram simplesmente FENOMENAIS!!! Do início ao fim!! Da arrumação à finalização! Da montagem à limpeza! Vocês foram [e são!] realmente INCRÍVEIS!!! Obrigada pela confiança!
=]
Minha querida Comandante Major Kedema Mascarenhas, do CPMG.PMVR, tão presente em todas as atividades que proponho, meu muito obrigada também por seu apoio e sua confiança em meu trabalho!
Minha Comandante Capitã Donizete, do CPMG.AS, o meu também muito obrigada por sua presença ontem conosco. O meu obrigada também, lá do AS, ao Cabo Barbosa, por todo o apoio e organização dos alunos! Muuuuuuito obrigada mesmo por estar sempre presente em cada uma de minhas atividades pedagógicas! Você é único!!
xD
Fiquem agora com as fotos de cada um dos eventos!!
Fotos do Festival no CPMG-PMVR







Fotos do Festival no CPMG-AS





Bom, creio que por hora é só!
Um mol de abraços a todos!!
E, galerinha dos meus 2ºs anos noturno do Senna, , e os 1ºs anos da ProfªKarlinha também: não se esqueçam de nossa Aula Prática deste próximo final de semana[3 e 4 de setembro], ok?!
Agora é a vez de vocês!!
Beijos, beijos, beijos!

17ª Feira Estadual de Ciências - PREPARATIVOS!!

Olá pessoas queridas!
=]
Ontem estava numa correria louca tentando colocar material em dia para a 17ª Feira Estadual de Ciências, aqui de Goiás, que se aproxima!!
Hoje pela manhã já fui rapidinho à Subsecretaria Metropolitana entregar o que estava faltando, agora é só ficar na expectativa do nosso trabalho ser aprovado ou não por eles e encaminhado à Superintendência do Ensino Médio, daí torcer mais uma vez para sermoas um dos 71 trabalhos aceitos para a Exposição, que está prevista para os dias 5 a 8 de outubro, no Centro de Convenções.
Desde a 10ª edição tenho participado, de uma forma ou de outra desta Feira, e garanto a vocês que é uma maravilha!
Nas fotos vocês vêem meus[as] alunos[as] do 2º ano H noturno do Colégio da Polícia Militar de Goiás - Unidade Ayrton Senna, que fazem parte direta do Projeto que enviei este ano.
Aliás, nosso Projeto é: "O uso de blog no ensino de Química e Ciências", e os[as] alunos[as] são:
Jorge Luís, Beatriz Ferreira, Francielen Ferreira, Talita Kessias e Jorge Felipe.
Conto com a torcida de vocês para que tudo dê certo!!
Meus[as] meninos[as] estão super dedicados e empolgados! Eles merecem!!!
Bom, por hora é só!
Amanhã teremos Festival Gastronômico nas duas Unidades: pela manhã, a 2ªEdição do Festival no CPMG - Polivalente Modelo Vasco dos Reis, e à noite, a 4ªEdição do Festival no CPMG - Ayrton Senna!
Aos que puderem se fazer presentes, tenho certeza de que não se arrependerâo!
Um mol de abraços a todos!!
=]

Aula Prática CPMG-Ayrton Senna-Gel de Cabelo

Olá, olá, pessoas!!
=]
Hoje as fotos da Aula Prática deste final de semana, no CPMG - Ayrton Senna, assim como no CPMG-PMVR, produção de Gel de Cabelo!
Nesta semana foram meus 3ºs anos, semana que vem [3 e 4 de setembro] serão meus 2ºs anos!
Essa é uma aula que, quem acessa constantemente meu blog, deve estar enjoado[a] de ver! Rsssss! Mas não tem como!É uma aula cobrada pelos alunos desde o início do ano! kkkkkkk!! Fazer o que!
xD
Bom, seguem as fotos da aula:






Um ótimo início de semana a todos!
Um mol de abraços!!

Gel de Cabelo com os 2ºs F, G e H do CPMG-PMVR

Oi oi ois!!
Nesta última quarta feira, dia 24 de agosto, tive o privilégio de poder executar uma aula prática com minha galerinha dos 2ºs anos do CPMG - Polivalente Modelo Vasco dos Reis!
Nós fizemos "gel de cabelo"!
O ProfºFernando Porfírio, meu amigo e também colega de trabalho no CPMG - Ayrton Senna, foi até lá para dar uma força!
Confiram as fotos!!





Espero que tenham gostado!
=]
Um mol de abraços a todos vocês!!!
p.s.: Se quiser conferir o álbum completo acesse-o em meu facebook:
FOTOS DA AULA DE GEL DE CABELO NO CPMG.PMVR
Até mais!!

Ratatouille - Questionário

Boa tarde pessoas queridas!
Hoje estou deixando aos meus alunos dos 2ºs anos do CPMG - Ayrton Senna, o questionário referente ao filme Ratatouille.




Meninos e meninas, esse questionário respondido deve ser anexado ao Caderno de Análises que vocês entregarão na próxima quarta-feira [31/0811], dia do nosso Festival de Gastronomia!
=]
Bom trabalho neste final de semana!
Vocês tem muito o que colocar em dias!
hehehe!!
E por falar em final de semana, ATENÇÃO 3ºs anos: não se esqueçam de nossa AULA PRÁTICA, ok?!
Um mol de abraços a todos!!

Termoquímica - 2ºs anos CMPG.AS e CPMG.PMVR

Olá olá olá, pessoas!
Bom, temos muuuuuuito o que trabalhar neste 3ºBimestre para colocarmos nosso conteúdo em dias!
Para isso, já está aqui, preparado, um "resumão" sobre Termoquímica e outros 3 textos complementares, todos dentro deste conteúdo, e que iremos trabalhar em sala de aula!
Portanto, façam o download dos arquivos e sua prévia leitura, combinados?!



















Bom, agora é trabalhar, galerinha!
Vocês tem muito o que ler e o que organizar para as apresentações dos trabalhos sobre Química e Alimentos no dia 31 de Agosto próximo, não é mesmo?!
Bons estudos, e um mol de abraços a todos!!

Propriedades Coligativas - 2ºs F, G e H do CPMG-PMVR

Bom dia queridos[as]!
Prometi os slides da aula, mas tive problemas no site onde os hospedo que, não sei por qual motivo, não estava aceitando meu download.
Mas, enfim, hoje eu consegui!
Logo abaixo seguem os slides!
Façam o download e estudem, pois SIM, é conteúdo de avaliação!


Aaaaah, mas não poderia deixar de agradecer à Professora Graça Porto, do A Graça da Química, que disponibilizou tais slides para aula!
=]
Bons estudos meus meninos e meninas!
E, fiquem atentos, pois terá mais material para vocês baixarem ainda hoje, ok?!
Um mol de abraços a todos!!

Aos meus[as] alunos[as] dos 3ºs anos do CPMG.AS - turmas de 2011

Olá meus[as] queridos[as]!
Hoje venho publicar para vocês o Ensaio da Revista Ciência Hoje, que havíamos comentado em sala de aula, com o título: "Ventilação Líquida: da ficção à realidade", referente ao uso dos perfluorocarbonos, que trabalharemos semana que vem, e que consta no filme que assistiremos em aula na próxima segunda feira [15/08], "O Segredo do Abismo", de James Cameron.
Logo abaixo do Ensaio você também encontrará uma pequena lista a ser respondida sobre o filme em questão, ok?!
Siga atentamente as orientações do questionário e entregue-o em nossa próxima aula após o filme, combinados?!
Então lá vai:






Bom, por hora é só!
Um mol de abraços a todos!

Aos 2ºs anos do CPMG-PMVR e do CPMG-AS . TURMAS DE 2011

Olá pessoas!
Como discutimos em sala de aula, começaremos nossas atividades referentes ao 3º Bimestre esta semana.
Após as divisões de grupos e de tarefas, é essencial a atenção e a responsabilidade de todos, combinados?!
=]
Bom, logo abaixo, segue por escrito, todo o roteiro de como proceder na realização deste pequeno Projeto:


Façam o download do arquivo, e atentem-se para as datas!
Qualquer dúvida, estarei em sala de aula para isso, ou mesmo aqui pelo blog, ou por e-mail: quimilokos_professora@hotmail.com, ou no twitter: @thaizamontine, ou facebook: http://www.facebook.com/thaiza.montine
Bom, dá pra ver que falta de informações vocês não terão!
hehehe!!
Bom, por hoje é só.
Um mol de abraços a todos!!

"Somos o que pensamos e acreditamos ser"

Sejam todos bem vindos ao início de mais um semestre letivo!
Aos meus[as] alunos[as] preparei um texto para sala de aula que estarei repetindo aqui, para vocês continuarem a refletir!
O nome é o que está no título desta postagem: "Somos o que pensamos e acreditamos ser"!


"Um cientista queria provar essa teoria. Precisava de um voluntário que chegasse às últimas conseqüências. Conseguiu um em uma penitenciária.
Era um condenado à morte que seria executado na cadeira elétrica.
Propôs a ele o seguinte: ele participaria de uma experiência científica, na qual seria feito um pequeno corte em seu pulso, o suficiente para gotejar o seu sangue até a última gota.
Ele teria uma chance de sobreviver, caso o sangue coagulasse.
Se isso acontecesse, ele seria libertado, caso contrário, ele iria falecer pela perda do sangue, porém, teria uma morte sem sofrimento e sem dor.
O condenado aceitou, pois era preferível do que morrer na cadeira elétrica e ainda teria uma chance de sobreviver.
O condenado foi colocado em uma cama alta, dessas de hospitais e amarraram o seu corpo para que não se movesse.
Fizeram um pequeno corte em seu pulso. Abaixo do pulso, foi colocada uma pequena vasilha de alumínio. Foi dito a ele que ouviria o gotejar de seu sangue na vasilha.
O corte foi superficial e não atingiu nenhuma artéria ou veia, mas foi o suficiente para ele sentisse que seu pulso fora cortado.
Sem que ele soubesse, debaixo da cama tinha um frasco de soro com uma pequena válvula.
Ao cortarem o pulso, abriram a válvula do frasco para que ele acreditasse que era o sangue dele que estava caindo na vasilha de alumínio. Na verdade, era o soro do frasco que gotejava.
De 10 em 10 minutos, o cientista, sem que o condenado visse, fechava um pouco a válvula do frasco e o gotejamento diminuía. O condenado acreditava que era seu sangue que estava diminuindo.
Com o passar do tempo, foi perdendo a cor e ficando cada vez mais pálido. Quando o cientista fechou por completo a válvula, o condenado teve uma parada cardíaca e faleceu, sem ter perdido sequer uma gota de sangue.
O cientista conseguiu provar que a mente humana cumpre, ao pé-da-letra, tudo que lhe é enviado e aceito pelo seu hospedeiro, seja positivo ou negativo, e, que sua ação envolve todo o organismo, quer seja na parte orgânica ou psíquica."

Quem pensa em fracassar, já fracassou mesmo antes de tentar.

Somos o que pensamos e acreditamos ser.

Que este início de semestre possa aquecer nossos corações às novas possibilidades que o mundo ao nosso redor nos promete!
Que a escola possa suprir nossa sede de conhecimento!
Que os professores cumpram seus papéis de educadores!
E que os alunos cheguem sedentos e ávidos por conhecimento!!
Bem vindos ao mundo QUIMILOKOS!!
=]
Um mol de abraços a todos!

Fim de Férias, com Patati e Patatá! Rsss!

Olá pessoas queridas!
E aí, como foram as férias de vocês?!
As minhas foram tão ótimas que [como sempre,rsssss] eu queria um pouquinho mais, hehehe!!
Desde ontem já retornei às atividades normais nas escolas onde leciono [Colégio da Polícia Militar de Goiás Unidades Ayrton Senna e Polivalente Modelo Vasco dos Reis], através de reuniões com as respectivas coordenações e fazendo um replanejamento das atividades para este 2º semestre.
Nestas férias fiz algo que há muito tempo não fazia: fui ao circo!! E o mais gostoso é que desta vez estava com meus filhos! Aaaaaaai, mas que maravilha, viu! Ainda mais porque pude dar a oportunidade ao Ian, principalmente, de conhecer ao Patati e ao Patatá, que ele tanto admira e assiste na TV. Nesta nossa ida ao circo, comprei a eles um dvd, que no fundo no fundo também acabei me apaixonando!^^! E vem justamente do dvd "Volta ao Mundo", do Patati e Patatá, minha sugestão de hoje aos professores da área de Ciências, principalmente, aos da educação infantil, ou mesmo aos professores universitários que trabalham com a formação de outros professores, enfim[!!] deixarei um vídeo chamado "AMAZÔNIA", no qual, na minha opinião, fora um hipopótamo que sempre aparece no clipe [e salvo engano não existem hipopótamos na Amazônia...existem?!], é um ótimo trabalho a ser feito com crianças!
Bom, sem mais delongas, segue abaixo o referido clipe: 






Espero que vocês gostem e que lhes possa ser útil de alguma forma!
Amanhã, as boas vindas aos meus[as] alunos[as]!
Um mol de abraços a todos!

Química e Religião

Olá pessoas!
Sabe, uma coisa que sempre chamou minha atenção é o vínculo [ou possíveis vínculos, depende de suas crenças] entre a Ciência e a Religião. E isso é algo que sempre me seguiu, mesmo antes de escolher curso na Universidade.
E foi o que acabou me chamando a atenção em um artigo publicado na Revista Ciência Hoje, edição 282, do mês de Junho último, e que me fez repassar à vocês, meus[as] queridos[as] leitores[as] do QUIMILOKOS!
"Humanos e plantas mantêm intensa relação desde os primórdios da civilização. O vasto conhecimento popular sobre a utilização de plantas tem alimentado pesquisas científicas no mundo todo, inclusive no Brasil. Com base nele, já foram descobertas várias moléculas que hoje são a base de medicamentos para tratar doenças que vão de um resfriado a quadros bem mais graves, como o câncer. Este Artigo da CH 282 trata de alguns aspectos dessa longa e frutífera relação, com foco no uso religioso das plantas e na sabedoria por trás da cura pela fé."
Segue logo mais o link, para a leitura do artigo na íntegra!
Desejo uma ótima leitura!
Um mol de abraços a todos!!

Férias Julinas!

Bom dia pessoas queridas!
Enfim férias!
Vocês podem até pensar: "Uai, mas você não acabou de voltar de uma licença de 6 meses?!"
Siiiiiiiim, eu estava de licença, mas nada pior que retornar em final de bimestre, mais precisamente, final de semestre e ter que "colocar a casa em ordem"!
No fim das contas, a casa ainda continua de pernas pro ar!
=/
Fazer o que! Só o tempo para me auxiliar!
E nada melhor que umas boas férias com meus filhotes para esfriar a cabeça...colocar as pernas pra cima...deitar numa rede...ler um bom livro...soltar pipa na rua...ir ao cinema [pré-estréia do último Harry  Potter!!]
Ai ai ai...
Nada melhor que umas boas férias!!!
Aaaaaah! Não se preocupem, não abandonarei o QUIMILOKOS aqui, viu?!
Ótimas férias a todos!
Divirtam-se, descansem!
Aproveitem bem!!
Um mol de abraços a todos!!!

Feliz Dia do Químico!

Um ótimo dia a todos!!
Hoje é um dia muitíssimo especial!
Neste Ano Internacional da Química, vamos celebrar hoje mais um DIA DO QUÍMICO!!!
Deixo meu carinho e afeição a todos os[as] Químicos[as] de minha convivência, e um mol de abraços a todos os demais que, mesmo não conhecendo pessoalmente, sei que passam por aqui no QUIMILOKOS!
E, aproveitando que o Dia dos Namorados ocorreu há uma semana, vou deixar uma pequena homenagem, já conhecida por muitos de vocês!
Carta de um Químico apaixonado!
hehehe!!
.
Berílio Horizonte, zinco de benzeno de 1998

Querida Valência

Não estou sendo precipitado e nem desejo catalisar nenhuma reação irreversível entre nós dois, mas sinto que estrôncio perdidamente apaixonado por você. Sabismuto bem que a amo. De antimonio posso lhe assegurar que não sou nenhum erbio e que trabario muito para levar uma vida estável.

Lembro-me de que tudo começou nurario passado, com um arsênio de mão, quando atravessávamos uma ponte de hidrogênio. Você estava em um carro prata, com roda de magnesio. Houve uma atração forte entre nós dois, acertamos os nossos coeficientes, compatilhamos nossos eletrons, e a ligação foi inevitável. Inclusive depois, quando lhe telefonei, mesmo pega de enxofre, voce respondeu carinhosamente: "Proton, com quem tenho o praseodimio de falar?".

Nosso namoro eh cerio, estava indio muito bem, como se morássemos em um palácio de ouro, e nunca causou nenhum escandio. Eu brometo que nunca haverá galio entre nós e ate já disse quimicasaria com você. Espero que você não esteja saturada, pois devemos buscar uma reção de adição e não de substituição.

Soube que a Ines lhe contou que eu a embromo: manganes cuidar do seu cobre e acredite níquel digo, pois saiba que eu nunca agi de modo estanho. Caso algum dia apronte alguma, eu sugiro que procure um avogrado e que me metais na cadeia.

Sinceramente, não sei por que você esta a procura de um processo de separação, como se fossemos misturas e não substâncias puras! Mesmo sendo um pouco volátil, nosso relacionamento não pode dar erradio. Se isso acontecesse, iridio emboro urânio de raiva. Espero que você não tenha tido mais contato com o Hélio (que é um nobre!), nem com o Tulio e nem com os estrangeiros (Germanio, Polonio e Francio). Esses casos devem sofrer uma neutralização ou, pelo menos, uma grande diluição.

Antes de deitar-me, ainda com o abajur acesio, descalcio meus sapatos e mercurio no silicio da noite, pensando no nosso amor que esta acarbono e sinto-me sódio. Gostaria de deslocar este equilíbrio e fazer com que tudo voltassse a normalidade inicial. Sem você minha vida teria uma densidade desprezível, seria praticamente um vácuo perfeito. Voce é a luz que me alumínio e estou triste porque atualmente nosso relacionamento possui pH maior que 7, isto é, está naquela base. Aproveito para lembrar-lhe de devolver o meu disco da KCl.

Saiba, Valência, que não sais do meu pensamento, em todas as suas camadas.

Abracidos do

Marcelantanio


Tenham todos um ótimo e abençoado dia!
Um mol de abraços!

Quando a Química é um dom! =D

Museu das Minas e do Metal recebe Cadú, um menino de 9 anos apaixonado por Química
Frequentador assíduo do MMM e fascinado com a Química, Cadú conta seus sonhos e sua relação com o Museu das Minas e do Metal

Kláudia Kristhinne Araújo e Vander Barbosa de Almeida vivem às voltas com a iniciação precoce do filho pelo mundo da Química. Carlos Eduardo Araújo de Almeida, o “Cadú”, tem apenas nove anos de idade e sonha em montar um laboratório na casa da árvore e em se tornar um Engenheiro Químico para desvendar um meio de ajudar as pessoas que têm colesterol alto, como ele.

Tudo começou quando Cadú era bem novinho – um ano e meio de idade – e brincava de colorir as coisas com anilina. Kláudia conta que ele sempre gostou de misturar as coisas, tintas, produtos de cozinha, para ver o resultado. “Meu bicarbonato, vinagre, fermento, sempre que vou cozinhar, vejo que acabou ou já está no final”, conta a mãe, aos risos. Antes de falar direito, de completar dois anos, ele gostava de brincar com tinta guache, de transferir de um baldinho para o outro, aí ele descobriu que se ele amassasse as flores e deixasse de molho, a água ficava colorida. “A massinha foi outra história”, continua Kláudia, “ele brincava fazendo biscoito de massinha para o toca fitas comer, estragava tudo!”



Cadú vestido para fazer experimentos em laboratório. Foto: Vander Barbosa de Almeida.

Os pais começaram a perceber que Cadú não tinha interesse por brinquedos que os meninos da idade geralmente tinham. Eles compraram, então, óculos de proteção, avental, luvas, enfim, todo o material necessário para proteção durante as “brincadeiras”. Ele preferia um tubo de ensaio a um carrinho. Kits de alquimia, livros sobre plantas e substâncias químicas ao invés de um Playstation. Assim, antes de completar cinco anos, Cadú já tinha feito sua primeira erupção em um vulcãozinho que montou. “É muito fácil, só usar vinagre e bicarbonato para efervescer! É bem legal!”, explica o menino, entusiasmado. O passeio ideal para Cadú, apesar de querer muito ir à Disney com os pais, é ir a São Paulo. “São Paulo tem os melhores laboratórios de química do Brasil, quero conhecer todos”, comenta.

Vander conta que não sabe muito bem como o filho desenvolveu esse interesse, mas garante que ele tem habilidade e interesse. Na biblioteca do colégio onde estuda, o Colégio Espanhol Santa Maria (bairro Cidade Nova), não existem mais livros sobre química que ele ainda não tenha levado para estudar em casa. “Ele entra nas salas dos alunos mais velhos e anota o quadro da aula de química no caderno”, conta o pai.

Cadú no MMM

A primeira visita de Cadú ao Museu das Minas e do Metal foi com a mãe, em fevereiro de 2011. Ela conta que ainda não sabia da existência do MMM, mas entrou no prédio, que estava aberto, de mãos dadas com o filho. Quando viu os seguranças, ficou receosa, pensou que era uma casa de festas, mas eles logo a convidaram para conhecer o Museu. Desde então, além de ir à farmácia para repor seus estoques do Kit de química, um dos passatempos prediletos de Cadú passou a ser o MMM.

João Bracarense, estudante do curso de Química Tecnológica no CEFET e monitor no MMM, é fã de Cadú e já o considera um professor. “Da primeira vez, eu estava na Mesa dos Átomos quando o Cadú chegou, e fui eu quem o recebeu”, conta. João descreve o deslumbre com que logo percebeu que “ele tinha o dom da química”, porque o garoto já sabia o nome de todos os elementos da tabela periódica. “Perguntei se ele conhecia alguns experimentos simples que as crianças fazem, e ele já havia feito todos! Então, a mãe dele me contou que já estava repondo seus refis do Kit de Alquimia pela terceira vez e eu fiquei assustado!”, admira-se João. O monitor, que é outro apaixonado pela química, conta que o ápice de sua surpresa foi quando soube que Cadú levava sucos de limão, vinagre e outras substâncias para a escola e ensinava aos coleguinhas como medir o PH das substâncias.

Cadú já auxilia o público que freqüenta o Museu na Mesa dos Átomos. “Um dia tinha um moço tentando montar um composto, mas ele pegou só um elemento de cada, aí eu indiquei pra ele a quantidade certa de cada um”, explica o menino.

A mãe já mandou e-mail para o Museu e postou na Rede MMM contando, emocionada, que ele havia feito a eletrólise no fim de semana, com a supervisão dela e do pai, por precaução. “Foi fácil, minha mãe me deu a bateria, meu pai me deu os bicos de pato e eu liguei, e aí a água borbulhou”, conta Cadú com simplicidade.

Cadú entre os pais na palestra de Lúcia Fantinel, "Memórias do Planeta", na 9ª Semana de Museus no MMM. Foto: Gláucia Rodrigues

Os pais sempre o acompanharam, apoiaram e ensinaram a lidar com o que ele gosta para que nada de perigoso acontecesse. Cadú usa luvas, avental, óculos próprios para laboratório e não entra em contato com substâncias nocivas para crianças de sua idade.

Kláudia conta que ele gosta de ir à farmácia para comprar bicarbonato e outras substâncias que utiliza em seus experimentos quando lhe dão dinheiro. Cadú também ganha muitas plantas que utiliza na composição de cores, texturas, nas misturas em geral que gosta de fazer, desde os 2 anos de idade.

Ele sonha em ir à Disney e à praia com os pais, mas sua mais nova ambição é um Kit completo de química, chamado “CHEM C 3000”. O Kit é como um mini laboratório de química: de óculos a tubos de ensaio, pipetas e erlenmeyers e tudo o que é necessário para crianças fazerem experimentos. Apesar de o manual ser em inglês, Cadú está no cursinho desde os 2,5 anos de idade.

Há dois anos, os pais descobriram que Cadú tem dislipidemia, o nome que dão para a doença de quem tem colesterol alto. Desde então, os pais passaram a cozinhar com água e azeite, fazer grelhados e substituir salgadinhos por frutas. Mas do que ele sente falta mesmo, é do sorvete. “Conte por que você quer ser engenheiro químico, Cadú”, incentiva a mãe. E Cadú responde: “para eu descobrir um jeito de poder ir à sorveteria e poder comer tudo de bom!”

Valeu Indiamara, por esta dica no twitter!!
Qual químico não quer um filho assim?!
hehehe!!
Menino prodígio!
^^!
O meu filhote parece que já nasceu com a Biologia no sangue!!
Dom é dom e não se dicute!
Uma ótima sexta-feira a vocês!
Um mol de abraços a todos!!

"Concentrações de Soluções" - Revisão

Boa tarde queridos[as]!
Hoje venho trazer um pouquinho acerca das Concentrações de Soluções, conteúdo de nossa recuperação semestral [seja pra galerinha do PMVR, seja pro AS, ok?!].




Vale reafirmar também as dicas dadas em sala de aula, referente ao texto "Mergulho Submarino" da página 11 do Feltre, para serem aproveitadas no final de semana:
Filme: "O Segredo do Abismo"
Livro: "O Símbolo Perdido"

Para saber um pouquinho mais sobre os PERFLUOROCARBONOS e sua utilização acesse: Ventilação Líquida: da ficção à realidade, e leia o Ensaio escrito por Cristiano Feijó Andrade, Luiz Alberto Forgiarini Junior (doutorando) Programa de Pós-graduação em Ciências Pneumológicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Paulo Francisco Guerreiro Cardoso Departamento de Cirurgia, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

.
Bom, por hora é só!
Bons estudos!
Bom filme!
Um mol de abraços a todos!!
.

Material de Revisão - CPMG.PMVR - "Soluções Químicas"

Uma ótima noite pessoas!
Como prometido aos meus alunos do CPMG - Polivalente Modelo Vasco dos Reis, segue logo mais, uma apresentação em ppt de nossa aula de hoje sobre Soluções Químicas e Coeficiente de Solubilidade.
Ao final da apresentação, vocês encontrarão uma atividade que, recomendo, resolvê-la!
Combinados?!
Então lá vai:

Bom, por hoje é só!
Amanhã falaremos um pouco sobre as Concentrações das Soluções!
Um mol de abraços a todos!!

Olimpíadas de Química - 2011

Bom dia pessoas!
Como andei comentando em sala de aula essa semana, tanto com minhas turmas do PMVR quanto do AS, neste meu retorno, já estão abertas as inscrições para a Olimpíada Regional de Química, que dará sequência à Olimpíada Brasileira de Química.
Atentem-se para os procedimentos e datas:
Procedimento para inscrição nas Olimpíadas de Química
As Olimpíadas de Química são realizadas, anualmente, para estudantes do ensino fundamental (8o e 9o anos) e do ensino médio.
Os estudantes do ensino fundamental participam na Olimpíada Brasileira de Química Júnior, enquanto aqueles do ensino médio participam na Olimpíada Brasileira de Química Modalidades A ou B e, também, na Olimpíada Norte/Nordeste de Química.
A inscrição na Olimpíada Brasileira de Química Júnior é feita pelo representante da escola, nos meses de junho a agosto, diretamente no endereço: http://obqsys.obquimica.org/representante .
Nas demais olimpíadas a inscrição é feita pelo coordenador estadual, portanto, é necessário que o estudante participe, primeiramente, na olimpíada de química de seu estado. Veja no CALENDÁRIO das Olimpíadas Estaduais a época de inscrição e de realização da olimpíada em seu estado.
Para participar fique atento a essas datas.
As fichas de inscrição você encontra em:
Para maiores informações acerca das Olimpíadas de Química, acesse a página da ABQ [Associação Brasileira de Química]e, no menu Eventos da ABQ clique em Olimpíadas de Química.
Bom, por hora é só!
Um mol de abraços a todos!!!!

Ganhadores do Concurso de 6 anos do QUIMILOKOS!

Boa tarde queridos[as]!!
=]
É com muita satisfação que hoje revelo os ganhadores do Concurso de 6 anos daqui do QUIMILOKOS!
O primeiro sorteado foi: Danilo Tófoli
A segunda sorteada foi: Fernanda Tardin
Muuuuuuuuito obrigada a todos que participaram neste ano e aguardem o concurso do ano que vem!
hehehe!
Logo abaixo seguem as fotos do sorteio:



Mas, respondendo à pergunta lançada neste concurso:
Quem é o[a] homenageado[a] neste Ano Internacional da Química?
A ONU proclamou o ano de 2011 como o Ano Internacional da Química! Isso permitirá celebrar as contribuições da química para o bem estar da humanidade. No ano 2011 comemora-se o 100º aniversário do Prêmio Nobel em Química para Marie Sklodowska Curie, o que, de acordo com os organizadores do evento [IUPAC e UNESCO], motivará também uma celebração pela contribuição das mulheres à Ciência.
Mais uma vez o meu muito obrigada pela participação de todos neste concurso! E os meus parabéns ao Danilo e à Fernanda!! Peço aos dois que me encaminhem, por e-mail [o mesmo do concurso], o endereço para onde devo encaminhar os livros de vocês.
Por hoje é só!
Um mol de abraços a todos!!

"Eu voltei...!!"

Bom dia meus[as] queridos[as]!
Pois é, minha Licença Maternidade chegou ao fim...e eu aqui em crise...
Como mãe, gostaria de poder permanecer mais tempo em casa com meus filhotes...como professora, ansiosa por recomeçar...óóóó dúvida cruel!!
Bom, sempre enfim, hoje retorno minhas atividades em sala de aula e, a cabeça, como sempre, recheada de atividades para propor aos meus[as] alunos[as]!
hehehehe!
Me aguardem!!
=P
Tenho mais duas coisinhas a dizer hoje: 
1º - Termina amanhã o Concurso de 6 anos daqui do QUIMILOKOS! Se você ainda não se inscreveu para concorrer ao livro "A Ciência é masculina" do Professor Chassot, cooooorra, antes que seja tarde, e CLIQUE AQUI !!
2º - Já se iniciaram as votações para concorrer ao TOP BLOG 2011, e o QUIMILOKOS está participando mais uma vez! Por isso, conto com sua colaboração, divulgação [se possível] e seu voto! Para votar no QUIMILOKOS no Top Blog 2011, CLIQUE AQUI !!
Bom, por hora é só!
Um mol de abraços a todos e, aos meus[as] alunos[as], até mais tarde!!

"História da Química - de Lavoisier ao Sistema Periódico"

Bom dia, pessoas.
A pedido, na verdade sugestão, do Professor Chassot, hoje quero deixar uma dica de leitura, válida não apenas a químicos, mas também a seus agregados, como diria meu Professor Márlon, rssss.
Utilizando das próprias palavras do Professor Chassot em seu blog, quando foi presenteado com o referido livro, cujo nome é o título desta postagem de hoje:
Prof.Chassot e Prof.Juergen

"Juergen é professor aposentado do Departamento de Química da Universidade Federal de Santa Catarina, onde atuou de 1976 a 1996, tendo sido Coordenador do Curso de Graduação em Química e membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC. É formado em Química pela UFRGS (1968), com mestrado em Química Orgânica (Instituto de Química, UNICAMP, 1976).
Desde 1996 dedica-se exclusivamente à História da Ciência, mais especificamente à História da Química, com ênfase na história da química orgânica, da química do século 18 e da química na América Latina. Ministrou disciplinas de História da Química na UFSC (1985/1996) e na UNISUL – Universidade do Sul de Santa Catarina (2000/2003), e de História da Ciência em cursos de formação de professores (Projeto Magister, UFSC).
Resenhei o primeiro volume da obra de Maar em Episteme, n.9, p.137-139,jul./dez. 1999: uma Pequena história da Química - primeira parte - dos primórdios a Lavoisier, um alentado livro de 848 páginas. Pela profundidade da obra e pelo número de páginas, dei como título da resenha: Uma grande “Pequena História da Química”.
O excelente livro “História da Química – Parte I – dos Primórdios a Lavoisier” foi reeditado em edição ampliada e revisada, com inclusão de novos assuntos, e ampliado para 946 páginas e 121 ilustrações (ISBN 978-85-60826-26-1).
Pois ontem a noite conheci (e fui presenteado com) o segundo volume – de Lavoisier ao Sistema Periódico – lançado neste Ano Internacional da Química, com 1182 páginas, e aproximadamente 150 ilustrações, [Editora Papa-livro (WWW.papalivro.com.br) IS BN 978-85-7291-159-7 // contatos com o autor jhmaar@yahoo.com.br] Este segundo volume aborda em sete longos capítulos (não de forma rigorosamente cronológica, é claro), a evolução da Química de Lavoisier à Tabela Periódica de Mendeleiev : a Química do Período de Transição (de Lavoisier até a Teoria Atômica de Dalton), a química quantitativa e a nova Teoria Atômica, o período de Berzelius com a discussão dos grandes problemas químicos da época, os primórdios da Química Orgânica, a evolução da Química Inorgânica, a Química Orgânica até 1870, a evolução de um sistema periódico. Como no volume anterior, ele informa que há uma preocupação com a inserção dos assuntos discutidos na história da ciência como um todo, com o contexto histórico e cultural, bem como com aspectos filosóficos inerentes aos diferentes temas.
O terceiro volume, que pretende encerrar a série “História da Química”, está como em fase de manuscrito. Maar afirma que prefere manuscrito, pois ele acha que a melhor maneira de apresentar e discutir todo o vasto material é mesmo um manuscrito, posteriormente digitado para as necessárias correções, acréscimos e atualizações. Por enquanto estão concluídos (em termos) os capítulos sobre Nascimento e Evolução da Química Analítica, e Nascimento e Evolução da Físico-Química, bem como notas sobre a química orgânica desde van’t Hoff e Le Bel, ao todo umas 500 páginas. Será um trabalho ainda demorado, a redação de cada volume exigiu dois anos e meio, a deste último certamente será tão ou mais demorada.
Esta posta – e parece muito significativa e condizente ao cenário que me envolve – a dica sabática de hoje. Desejo seja fruída pela densidade de pesquisa de um trabalho que envolveu o autor durante anos."
.
Bom, quando se trata de História da Química, História da Ciência, o desenvolvimento científico de uma forma geral, sou uma verdadeira amante do assunto!
Posso não saber muito do assunto, mas é algo que me fascina! Acredito que talvez por não saber tanto é que continuo essa minha busca pelo conhecimento! E, sendo bastante sincera, não quero, nenhum pouco, saber tudo, pois aí o mundo estará acabado pra mim! 
Não terei mais finalidade em viver se não tiver o que buscar!!
Espero que aproveitem a dica, como eu aproveitei!
=]
Um mol de abraços a todos!!

"Cada um em seu quadrado"!!

Brasil ainda não tem solução definitiva para o lixo radioativo de Angra 1 e 2

"Material é armazenado de forma temporária no complexo nuclear.

Passados 26 anos que o Brasil produz energia nuclear, a solução definitiva sobre o que fazer com o lixo radioativo gerado pelas usinas de Angra 1 e 2 ainda esbarra em decisões políticas para se tornar realidade. Embora o país já disponha de tecnologia para construir um depósito definitivo para os resíduos, todo o material gerado no complexo nuclear desde o início das operações das usinas, em 1986, está armazenado de forma temporária.

Com o início das operações de Angra 3 previsto para dezembro de 2015 e a capacidade dos depósitos de Angra 1 e 2 perto do limite, o governo brasileiro terá que alcançar uma solução nos próximos anos. O projeto para a construção de um depósito final também esbarra em uma questão polêmica: a escolha do local que receberá os materiais radioativos, um vizinho considerado indesejado.

Desde que Angra 1 e 2 entraram em operação, já existem 2.777 m³ de lixo radioativo (sem considerar as varetas de urânio), quantidade suficiente para encher pouco mais de uma piscina olímpica. Esses resíduos estão guardados, de forma provisória, em um depósito que fica próximo ao complexo nuclear.
Entre os resíduos considerados perigosos, estão peças, ferramentas e roupas que tiveram contato com a radiação, considerados de média e de baixa radioatividade. O lixo radioativo pode emitir radiação por milhares de anos e, se guardado de forma irregular, pode causar um desastre como o que aconteceu em Goiânia, com o Césio-137, que provocou a morte de 60 pessoas.
À época, em 1987, catadores de lixo desmontaram equipamentos que continham material radioativo e que haviam sido abandonados por uma clínica de saúde desativada. Segundo a CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear), órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia responsável por licenciar e fiscalizar as operações das usinas, esse material está armazenado de forma segura no único depósito definitivo para lixo radioativo que existe no Brasil, localizado na cidade Abadia de Goiás, na região metropolitana de Goiânia.
Tambores concretados em piscina

De acordo com o diretor de Radioproteção e Segurança Nuclear da CNEN, Laércio Antônio Vinhas, a elaboração do projeto que dará destino final ao lixo radioativo é “uma das prioridades da comissão”.

A tecnologia nós já temos. O projeto de Goiânia é mais simples, mas a concepção é a mesma.

Ele explica que entre o material radioativo e o ambiente deve haver até oito barreiras físicas. O lixo será armazenado em tambores, que são concretados e vão para uma espécie de piscina vazia que é completada com mais concreto. Depois disso, esse tanque será fechado com uma laje e, em cima de tudo isso, ainda haverá mais uma cobertura de concreto e de terra.

Para Vinhas, uma das alternativas para resolver o impasse sobre o local onde esse depósito deve ser construído é a criação de uma espécie de “royalty inverso”, sistema em que os municípios receberiam dinheiro não pela extração de um recurso mineral, mas para guardar o lixo radioativo.

Não é um problema técnico, mas sim político. Na Coreia, por exemplo, o governo abre uma concorrência invertida. As cidades disputam para receber o depósito por conta das compensações financeiras.

Outro tipo de resíduo produzido nas usinas é o combustível que fica no interior das varetas de urânio. Quando chega ao fim, elas são armazenadas em um tanque coberto com água (a água funciona como barreira que evita emissão de radiação).

Segundo a Eletronuclear, as piscinas têm vida útil até 2020. Depois disso, será preciso dar um novo fim para esse combustível. Em outros países que usam energia nuclear, o urânio é reprocessado e reutilizado, como explica o coordenador de Comunicação e Segurança da Eletronuclear, José Manuel Diaz Francisco.

O urânio pode ser reprocessado para um novo ciclo de uso, mas o Brasil ainda não reprocessa. Essa é uma decisão que cabe ao governo brasileiro.
Passivo ambiental

O professor de engenharia nuclear da Coppe - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da UFRJ e PhD em energia nuclear no Massachusetts Institute of Technology, Antonio Carlos Marques Alvim, diz que já existe tecnologia para armazenar com segurança material radioativo sem uso.

Uma das críticas em relação à energia nuclear era sobre o destino dos rejeitos [resíduos], mas hoje já há estudos para melhorar os reservatórios e para a transmutação dos rejeitos, ou seja, para diminuir seu tempo de vida e causar menos impacto para o ambiente.
Sem entrar na discussão sobre como garantir a segurança no armazenamento desses materiais, o coordenador da campanha de energias renováveis da ONG Greenpeace, Ricardo Baitelo, chama a atenção para uma questão de difícil solução e que ainda representa um enorme desafio não apenas para o Brasil, mas para todos os países que usam energia nuclear.

Para ele, o mais grave problema envolvendo a questão são "os passivos nucleares que serão passados de geração para geração, a perder de vista".

Esse combustível terá de ser estocado por muitos anos. A gente não está falando só de centenas de anos, mas de milhares de anos. Como é que se sabe se existe uma estrutura capaz de manter isso seguro e imune à qualquer acidente? Não só a terremotos como o do Japão, mas à mudança na elevação do nível do mar, considerando as mudanças climáticas que ocorrerão ao longo dos anos?"

FONTE: 


Ontem, aqui em Goiânia houve mobilização social, e acredito que tenha sido apenas o começo!

Goianos se mobilizam contra construção de depósito nacional de lixo radioativo


"A notícia de que o governo federal quer construir um depósito nacional de lixo radioativo em Goiás preocupa a população goiana. Com a construção o estado receberia todo lixo radioativo do país, inclusive tudo que é produzido pela usina nuclear de Angra I e II no Rio de Janeiro. O Brasil se prepara para construir Angra III, mas sem depósito para o lixo atômico.

Goiás possui um depósito para lixo radioativo construído em 1987 quando ocorreu o acidente com o Césio 137 em Goiânia. O depósito foi erguido na reserva ambiental do Parque Estadual Telma Ortegal, no município de Abadia de Goiás, 10 km ao sudoeste da Capital. No local estão 14 contêineres enterrados, protegidos por camadas de concreto com espessura de 25 cm. Dentro deles estão 4.100 tambores cheios de materiais contaminados pelo Césio 137.

É bom lembrar que quando ocorreu o acidente em Goiânia surgiu a possibilidade de construção de um depósito na Serra do Cachimbo ao sul do estado do Pará – a população paraense e de outros estados se manifestou contrário, inclusive políticos de várias unidades da federação. Eles têm razão – cada estado tem de cuidar de seu próprio lixo, principalmente, o radioativo.
Os goianos se mobilizam contra a transferência de qualquer material radioativo para território goiano. A primeira manifestação foi realizada neste sábado (21), pelas vítimas do Césio 137. São famílias inteiras que sentem na pele os efeitos físico e social da radiação. Muitos já morreram e outros ainda brigam na justiça para conseguirem pensão dos governos federal e estadual. Os que estão assistidos reclamam da falta de atenção do poder público – houve época em que faltaram até medicamentos.

A radioatividade do Césio 137 tem duração de aproximadamente 300 anos. Goiás é o único estado com depósito para lixo atômico. O desastre radioativo de Goiânia foi o segundo maior do mundo. O depósito de Abadia é monitorado periodicamente pela Comissão Nacional de Energia Nucelar (CNEM). As autoridades brasileiras têm de ter a consciência de que a produção de energia nuclear tem um preço muito alto. Recentemente tivemos um triste exemplo: fukushima no Japão – seria bom que todos investissem em pesquisas para ampliar o leque de produção de energia limpa. O planta agradece, o Brasil agradece e os goianos também."

FONTE:

Eu, não sou contra outras formas de obtenção de energia, e nisso enquadro a nuclear também; no entanto, como coloquei no título desta postagem, acho que 'cada um em seu quadrado', ou 'cada um cuide de seu quintal'!
Entendem, não é mesmo?!
Se você produz um determinado tipo de lixo, é obrigação SUA cuidar de SEU lixo! E não obrigação de SEUS VIZINHOS!!
Bom, por hoje é o que tenho a falar!
Um mol de abraços a todos!
E, por favor, sejam conscientes!

6 anos de QUIMILOKOS!! - Participe do Concurso!

Olá, olá, olá, pessoas!!
Mais um ano está se completando que o QUIMILOKOS está no ar!
E isso é motivo de muuuuuuuita felicidade para mim!
Muita gente conhece a história de como tudo começou por aqui, mas muitos outros são seguidores novos, ou estão acessando pela 1ªvez. Pelo dito e pelo não dito, vou contar mais uma vez:
Fazendo uma retrospectiva do início deste blog, sempre me atenho aos tempos onde o iniciei através do WEBLOGGER, do TERRA, mas estava pesquisando sobre o próprio blog [coisa que costumo fazer de quando em vez para ter uma noção do que se fala sobre ele, rsss!], e acabei revendo uma situação que já havia me esquecido...
Tudo começou através do sistema de blogs da UOL:
QUIMILOKOS NA UOL - o primeiro QUIMILOKOS
Este, felizmente, ainda tem os arquivos guardados pela UOL!
Algum tempo depois, em agosto de 2005, migrei para o WEBLOGGER:
QUIMILOKOS NO WEBLOGGER
Já este, infelizmente, me parece ter sido cancelado meu acesso, pois mesmo tendo cada link específico de cada mês e ano que o mantive no ar por este sistema [e isto está anexado neste novo formato atual, do blogger, lá próximo ao final desta página aqui, onde se diz: ARQUIVO DO QUIMILOKOS ANTIGO], não consigo abrir nenhuma das páginas anexadas...
Já no sistema do google, BLOGGER, migrei para cá em 28 de março de 2008, onde permaneço até agora!
QUIMILOKOS ATUAL.
Então, fazendo um retrospecto geral e verdadeiramente inicial, a primeira postagem do QUIMILOKOS se deu no dia 26 de maio de 2005, ainda no UOL, ou seja, no próximo dia 26 de maio estaremos completando 6 anos de existência na web!
Como todos os anos, neste também faremos as devidas comemorações!
Sò que neste ano de 2011, temos um agravante especial, que tornou mais especial ainda a premiação: estamos no ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA, lembram-se?!
Pois bem, em virtude disso, a pergunta a ser respondida é:
Quem é o[a] homenageado[a] neste Ano Internacional da Química?
Vai aí uma dica, no que diz respeito à premiação:
Fomos agraciados com dois volumes do livro "A Ciência é masculina? É sim senhora!" do ilustre Professor Attico Chassot, que aceitou participar do Concurso Quimiloko deste ano!!
Então, duas pessoas serão sorteadas, dentre as que responderem corretamente à pergunta, e receberam, cada uma, um exemplar do livro "A Ciência é masculina?É sim senhora!" do Professor Chassot!
Mas olha só, não vale apenas participar, é preciso divulgar o concurso, ok?!
Conto com vocês!
Agora, vou deixar um pouquinho sobre o livro, para quem ainda não o conhece:
"Partindo do princípio de que não somos assim por acaso, são analisadas três vertentes que nos constituíram como humanos no mundo ocidental: a grega, a judaica e a cristã. A análise das (des)contribuições destas três raízes nos fizeram uma sociedade machista, na qual a Ciência não faz exceção. Ao se destacar a presença de algumas mulheres cientistas – Hipátia, Marie Curie, Margareth Mead – se traz duas hipóteses para possível superação do machismo na Ciência: uma histórica e outra biológica."
Bom, espero ter deixado um pouquinho de água na boca e despertado a vontade de participarem do concurso este ano!
Mas ATENÇÃO!!!
AS RESPOSTAS DEVEM SER ENCAMINHADAS PARA:
quimilokos_professora@hotmail.com
E o último dia para responder será o último dia de maio, ou seja: 31, terça-feira!
Se forem respondidas apenas aqui no blog, ou no twitter, ou facebook, ou orkut, não serão válidas, certo?!
Um mol de abraços a todos!!
E aguardo as respostas!
Loading...